MARCOS LISBOA NEVES

Fisioterapeuta

Mudanças Funcionais no Cérebro após Terapia Manual

Por Marcos Liboa Neves em 22.01.2016

Mudanças imediatas na conectividade funcional entre as regiões do cérebro após a terapia manual, medida por ressonância magnética funcional em participantes com lombalgia.

Gay CW, et al. J manipulativo Physiol Ther. 2014 Nov-dezembro

Neste estudo, foi usada a ressonância magnética funcional para investigar as mudanças imediatas na conectividade funcional (CF) entre as regiões cerebrais que processam e modulam a experiência de dor após 3 tipos diferentes de terapias manuais (MT).

A amostra foi dividida em três grupos: intervenção de manipulação da coluna vertebral (Quiropraxia), mobilização da coluna vertebral e toque terapêutico. A intervenção foi feita após todos completarem um protocolo de exercícios para induzir dor lombar. O desfecho primário foi a mudança imediata na CF, medida por ressonância magnética funcional, entre as seguintes regiões do cérebro:  córtex somatossensorial (S1),  córtex somatossensorial (S2), tálamo, córtex cingulado anterior posterior, ínsula e substância cinzenta periaquedutal. Os desfechos secundários foram mudanças imediatas na intensidade da dor (medida com escala numérica) e sensibilidade à dor (medida com dinamômetro de mão). 

Foram encontradas alterações na CF entre várias regiões do cérebro que eram comuns a todos as 3 intervenções. Também foram observadas alterações dependentes do tratamento na CF entre várias regiões do cérebro. A melhoria na intensidade da dor foi constatada em todas as intervenções, sem diferença entre os grupos. Não houve mudanças observadas na sensibilidade à dor, ou uma associação entre medidas de resultado primário e secundário.

Os autores concluíram que os resultados sugerem essas intervenções têm efeito imediato sobre a CF entre as regiões do cérebro envolvidas no processamento e modulando a experiência da dor. Isto sugere que as mudanças neurofisiológicas após terapia manual pode ser um mecanismo subjacente de alívio da dor.

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/m/pubmed/25284739/#fft